Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos.ao.vento

Assumo sem qualquer tipo de pudor o gosto imenso que tenho pela escrita, e pelo ato de escrever palavra após palavra... na construção de momentos de reflexão e procurando embelezar os nossos dias!

Pensamentos.ao.vento

Assumo sem qualquer tipo de pudor o gosto imenso que tenho pela escrita, e pelo ato de escrever palavra após palavra... na construção de momentos de reflexão e procurando embelezar os nossos dias!

06
Jun24

Verão - tempo de expetativas


Ana Paula Marques

beach-562145_1280.jpg

O tempo de verão é sempre um tempo de expetativas.

O calor incentiva a nossa imaginação e estimula os nossos sonhos. Esta é a altura do ano em que se planeiam os dias de férias, com a família ou entre amigos, é o chamado tempo de lazer.

Em regra, esta é a época do ano em que se procuram os lugares de descanso e de relax total, em que se planeia fazer o que nos dá mais prazer (naturalmente para a generalidade das pessoas). Esta não é uma realidade comum a todos, infelizmente, por muito que se procurem alternativas e políticas ou formas de gerir a sociedade, as diferenças persistem e irão continuar.

Na verdade, continuam a existir na sociedade, aqueles que ainda que conheçam o conceito de férias, a verdade é que a sua situação pessoal ou profissional nem sempre lhes permite esses "luxos". Por muito que se fale, e ainda bem que se fala, em igualdade entre as pessoas, a bem da verdade deve dizer-se que, infelizmente essa é uma realidade difícil de alcançar.

O período de férias ajuda a equilibrar as nossas forças, energias e até os pensamentos.

O ritmo da vida atual é demasiado acelerado, precisamos mesmo de parar, de nos ouvir, e de apreciar os que estão no nosso círculo mais próximo. Para as crianças e jovens, este também é o período propicio a estar mais descontraído e aliviado das naturais pressões da escola.

Procure reservar alguns dias para si, para os seus e permita-se viver, apreciando os abraços, os beijos e as gargalhadas dos que o rodeiam. No nosso dia a dia é muito fácil sair de pé e de repente estamos no mar aberto sem a real noção dos danos que podem resultar deste afastamento da nossa realidade pessoal e familiar.

Sendo naturalmente necessário trabalhar, até para podermos depois ter os privilégios e pequenos luxos, como as férias, por exemplo, também é importante não perder de vista que é para os nossos, família ou amigos, que somos realmente importantes. É aos nossos que a nossa ausência causa mossa, e por vezes podemos estar fisicamente presentes, sem estar de facto com eles, inevitavelmente acaba por nos acontecer muitas vezes.

No trabalho não há insubstituíveis, é um facto, na família e nos amigos, há quem não se possa substituir, que o diga quem já perdeu alguém mais próximo.

Importa, pois relativizar o que nos acontece diariamente e Viver mais, apreciar e valorizar os que amamos e nos amam, é por isso que a vida é importante, e é para esses que devemos oferecer a nossa maior disponibilidade.

O trabalho é o que nos permite ter melhores condições para junto dos nossos sermos mais felizes, e nos ajudar a realizar sonhos, mas é apenas isso, por vezes perdemos esta noção, devemos sempre recentrar a relevância da família e dos amigos na nossa vida.

"Quando as raízes são profundas não há razão para temer o vento." (Provérbio chinês)

Como dizia o Fernando Pessoa: “Façam o favor de ser felizes”.

Mais sobre mim

Pesquisar