Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos.ao.vento

Assumo sem qualquer tipo de pudor o gosto imenso que tenho pela escrita, e pelo ato de escrever palavra após palavra... na construção de momentos de reflexão e procurando embelezar os nossos dias!

Pensamentos.ao.vento

Assumo sem qualquer tipo de pudor o gosto imenso que tenho pela escrita, e pelo ato de escrever palavra após palavra... na construção de momentos de reflexão e procurando embelezar os nossos dias!

16
Fev21

A poesia da vida!


Ana Paula Marques

sunset-wheel_1_orig.jpg.crdownload

Por muito que se viva, nunca viveremos o tempo suficiente para amar e para fazer tudo aquilo a que um dia, no percurso da vida nos propusemos.

O tempo será sempre demasiado curto, e o que temos para criar e fazer demasiado complexo, para ser assim vivido simplesmente.

Queremos sempre mais, ambicionamos sempre mais além, ainda que seja amor, paz ou harmonia no universo e na nossa vida. Haveremos sempre de desejar mais!

Seremos sempre inconsequentemente, insatisfeitos por natureza.

A poesia dos dias bonitos reside ainda no nosso coração, enquanto jovens, e permanecerá na lembrança daqueles que nos são ou nos foram queridos para sempre, mas, há sempre um mas… infelizmente tudo tem um fim.

E todos os capítulos tem um ponto final, e um fim de história do que foi a vida e o que dela quisemos fazer, ou não.

A juventude e a sua irreverência não nos permitem aproveitar verdadeiramente os momentos intensos por que passamos, a vida adulta tem demasiadas preocupações, ocupações e aborrecimentos, ocupando-nos grande parte do percurso.

A verdade é que nos preocupamos demasiado com o passado e nos perdemos nos anseios pelo futuro, e entretanto, esquecemo-nos de fazer o mais importante, viver!

Naturalmente há sempre os momentos de reflexão, de choque ou até mesmo de crise existencial, em que colocamos tudo em causa, e perguntamos, porquê?

Quantas vezes digo, de mim para mim, que a relevância de tudo está na forma como avaliamos as situações, e na perspetiva sobre a qual a avaliação é feita? Afinal quando se fecha uma janela abre-se uma porta, ou vice versa, a ordem pode ser arbitrária desde que tenhamos a noção que importa ter, que é a de que teremos sempre uma alternativa. E às vezes muito melhor do que a que tínhamos anteriormente.

E quantas vezes, este novo cenário nos oferece outras perspetivas e vivências, que nunca imaginámos ser possível conhecer?

Agradeço todos os dias pelos infortúnios que me foram acontecendo ao longo da vida, e pelos momentos menos bons que ficaram para trás, serviram apenas para me ajudar a perceber, que o mal só existe porque existe o bem.

Aprendi a valorizar com outra intensidade o que agora me acontece, num pleno agradecimento ao que de bom me sucede todos os dias, e que apenas existe porque as dificuldades do caminho assim o proporcionaram!

Aprendi através da experiência amarga a suprema lição: controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido em energia.

A nossa ira controlada pode ser convertida numa força capaz de mover o mundo." (Mahatma Gandhi)

 

 

Mais sobre mim

Pesquisar